sábado, 10 de outubro de 2009

Washington driblando seu maior adversário...




ÍDOLO DO FLU LUTA PELA VIDA
MATÉRIA DE MARCELO MONTEIRO DO MEMÓRIA E.C. DO GLOBO.COM



O torcedor do Fluminense com mais 30 anos certamente se lembra do “Casal 20″. A dupla formada por Washington (à direita na foto abaixo) e Assis (esquerda) no Atlético-PR em 82 foi decisiva para o Tricolor carioca conquistar o tricampeonato estadual em 83, 84 e 85 e o título brasileiro de 84. Washington foi um centroavante que marcou seu nome nas Laranjeiras. Alto, era forte no jogo aéreo. Sem ser um primor de técnica, fazia muito bem o trabalho de pivô, servindo a Assis, Romerito e outros companheiros de time.
Vinte e seis anos depois de chegar às Laranjeiras, o ex-jogador enfrenta uma situação bastante delicada.

Washington César Santos, nascido em Valença (Bahia) em 3 de janeiro de 1960, sofre com a Esclerose Lateral Amiotrófica, uma doença degenerativa que afeta os movimentos, o sistema respiratório e a fala. Há quase três anos, luta contra a enfermidade, que não tem cura.

Na última quarta-feira, conversamos com o ex-jogador, que mora em Curitiba. Apesar dos efeitos da doença - está bem magro e aparenta bem mais do que os 49 anos que tem - Washington não desiste da luta pela vida. Lúcido, relembra com carinho e orgulho os tempos que defendeu o Fluminense (de 1983 a 89). As boas atuações no clube carioca o levaram à seleção brasileira. Fez quatro gols em nove jogos com a camisa do Brasil, incluindo quatro partidas pela equipe que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis (EUA), em 87.
CLUBES:
Galícia-BA, Corinthians, Operário-MS, Internacional, Atlético-PR, Fluminense, Guarani, Botafogo, União São João, Desportiva-ES, Santa Cruz, Figueiras (POR), Fortaleza e Foz de Iguaçu-PR

Apesar de contar com assistência médica, atenção dos familiares e medicamentos repassados pelo Governo do Paraná, Washington vai precisar, no futuro, de dois caros equipamentos para melhorar sua respiração. Um deles custa R$ 80 mil.

Comovido com o estado de saúde de um ídolo de infância, o jornalista João Márcio Júnior, também morador da capital paranaense, visitou o ex-jogador e decidiu dar sua parcela de contribuição. Comprou uma camisa do Fluminense, pediu que Washington a assinasse e organizou um leilão na internet. O ‘pregão’ vai até o próximo dia 25 e os interessados podem dar seus lances no site http://www.joaomarciojr.blogspot.com/
Uma singela forma de apoiar um jogador que deu muitas alegrias a milhões de torcedores.

A CARREIRA DE WASHINGTON



TÍTULOS:
Campeão gaúcho 1981, campeão paranaense 82, campeão carioca 83, 84, 85 (Fluminense) e 90 (Botafogo), campeão brasileiro 84, campeão capixaba 92, campeão pernambucano 93 e medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de 87 (seleção brasileira)

2 comentários:

ladyneide disse...

Graças a sensibilidade e a solidariedade de torcedores do Fluminense e a dedicação toda especial do atacante Fred... acontecerá o 'Washington Day' Um dia solidário onde sete urnas serão espalhadas pelo Maracanã para arrecadação de doações em prol do tratamento de Washington. O evento ocorrerá no dia 15/11, domingo, quando o Tricolor enfrentará o Atlético-PR, no Maracanã.
Vamos ajudar gente!!!


"Se quiser que os outros sejam felizes, pratique a compaixão. Se quiser ser feliz, pratique a compaixão."

BLOG DO PAULO GOMES BLOG disse...

Você como sempre, ANTENADÍSSIMA, Neide! Eu vi a matéria no Globo Esporte de ontem (sexta). Belíssimo gesto do Fred. Aos poucos ele está conquistando a condição de ídolo de nós tricolores não só pelo que tá fazendo em campo, mas por gestos como esse golaço de placa de solidariedade humana!