quarta-feira, 29 de julho de 2009

Frases

"Antes o mundo era dos espertos,
agora é dos organizados"...

Sr. Antônio, agricultor de Catuí,MG

segunda-feira, 27 de julho de 2009








BATENDO UM BOLÃO
com PAULO GOMES
KLÉBER,
UM CRAQUE À FRENTE DO SEU TEMPO


Nos anos 70 o Fluminense tinha alma, cara e aura de campeão, de time vencedor, organizado e grande.
Além dos craques que comprávamos, tínhamos os feitos em casa. Com o sangue da raça tricolor e o talento de meninos selecionados e preparados com toda a competência na base. Garimpados e lapidados por gente como Pinheiro nosso eterno zagueiro símbolo da garra do Flu, pelos irmãos Roberto e Paulo Alvarenga , pelo professor Sebastião Araújo e por alguns outros igualmente importantes.

Tinham eles a 'cara' do Fluminense e eram o componente final, decisivo e secreto, para azeitar as máquinas que eram formadas.
Ganhavam tudo na base, representavam o Brasil com a camisa canarinho em seleções juvenis, infantis em importantes torneios por esse planeta afora.
Jogavam como gente grande quando colocados ao lado das feras consagradas como os tricampeões mundiais Félix, Gérson, Marco Antônio, Rivelino, Carlos A. Torres, Paulo César...

Jogavam - sem medo de exagerar - com profundo amor ao clube e a nossa camisa, fosse a tricolor ou a branca.
Os nomes deles nenhum tricolor com mais de 35 anos de idade esquece: Pintinho, Rubens, Abel, Erivelto, Edinho, Carlinhos, Kléber...

Dois irmãos, um na lateral, o Carlinhos, o outro um gigante de polivalência, raça e talento como médio-volante: Kléber ou Cléber, seu nome era grafado assim, das duas formas. Talvez em homenagem ao futebol, de utilidade dupla como mostrava o seu estilo: O Kléber raçudo e o Cléber craque talentoso de toque preciso e técnico.
O complemento perfeito de Pintinho no meio-campo. O reserva (?) de luxo do monstro Paulo César, o PC Caju que ao lado de Rivelino formava um dos maiores setores de meio-campo da história do futebol na Super Máquina do visionário Francisco Horta.
Não, Kléber nunca foi reserva era o 12º titular. O pulmão do time, o motorzinho que impulsionava com força a equipe para frente e servia os companheiros em belos passes e claro, de vez em quando, explodindo na frente e marcando golaços!

Que saudade tenho daquelas máquinas... Daqueles meninos cabeludos que davam show no Maraca e que nos passavam à certeza de que quando não tivéssemos mais os monstros, os supercraques, teríamos uma safra nossa, feita em casa, que daria conta do recado com muita competência e valor.
E assim se deu... Outros vieram como Arturzinho, Gílson Gênio, Robertinho, Zezé, Mário, Delei, Edevaldo, Paulo Goulart, ETC, ETC

E o Kléber heim?... Todo mundo queria, todo mundo cobiçava: O Flamengo quer Kléber, o Sporting de Portugal quer Cléber...
“Será que entra como moeda em um novo troca-troca?”... – “Negativo!” -
O Presidente Francisco Horta, conhecedor profundo do futebol dizia sempre em alto e bom som: - " O Kléber é inegociável!”

E olha que para o Horta até o Rivelino era sempre uma possível moeda em negociações, pois chegou a ser oferecido numa quase bombástica troca por Zico.
Mas Kléber não... era um dos segredos daquele timaço.
Era o cara que se transformava em campo. Que era volante, mas também era lateral, quando Toninho ou Carlos Alberto se mandavam, era zagueiro quando o outro craque da base – Edinho - virava atacante, era meia-direita se transformando em Paulo César, era meia-esquerda virando Rivelino, era ponta quando queria se vestir de Gil. Virava Manfrinni ou Doval se quisesse, na hora que desejasse,,,

Esse era o cara! Futurista. Que jogava futebol de 2009 em 1973, 75. Quarenta anos à frente dos demais. Um tricolor puro-sangue, um baita volante que sempre recebeu os aplausos, reconhecimento e reverência do maior volante de todos os tempos: Paulo Roberto Falcão.

Nos últimos anos, através da mágica da internet, me tornei para minha alegria, amigo do seu filho Igor. Que entrou em contato comigo, perguntando se eu tinha fotos da Máquina. Só depois me revelou que era para "homenagear ao seu pai, o Kléber, conhece Paulo"?... – “Mas é claro Igor, seu pai foi um dos meus ídolos!”

E depois nesse ano de 2009, do próprio Kléber que entrou em contato comigo. E com muita humildade agradeceu pelas homenagens que fizemos a ele na nossa comunidade FLU MEMÓRIA-MUSEU TRICOLOR.

A única e humilde maneira de nesse momento de dor, homenagear a esse grande jogador e ídolo do meu time e ao grande Ser Humano, filho, irmão, pai, amigo, é escrever essas mal-traçadas e dizer: Valeu Craque!

Eternas Saudações Tricolores!

Paulo Gomes, 26.07.2009

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Fotos que merecem Molduras


quarta-feira, 22 de julho de 2009

Tem BOla na Rede... Dicas de sites e blogs esportivos


Tem crescido muito o mercado editorial de publicações esportivas, sobretudo livros sobre futebol.

Uma das páginas mais completas aqui na internet é o LIVROS DE FUTEBOL.COM



As biografias de João Saldanha, Didi e Quarentinha são algumas das novidades do catálogo de lançamentos. Outros destaques são o livro em homenagem a Fiel e fenomenal torcida corintiana, um estudo sobre o histórico confronto entre Brasil x Argentina e outro que conta curiosidades sobre as camisas dos 12 principais clubes brasileiros. Quando puder, passe por lá e confira...

domingo, 19 de julho de 2009

Pescando na Rede - Folhaonline


19/07/2009 - 09h08

Cineasta Ivan Cardoso abre baú com imagens de Raul Seixas



MARCUS PRETO da Folha de S.Paulo


Se tudo tivesse acontecido conforme o planejado, seria Raul Seixas --e não Leo Jaime, como foi-- o protagonista do filme "As Sete Vampiras" (1986), maior sucesso de público do cineasta Ivan Cardoso, 56.
Desde 1977, quando se conheceram nos corredores da então recém-inaugurada Warner, Ivan tem o que chama de "fixação" por Raul. Na ocasião, ambos estavam contratados pela gravadora --um para fotografar as capas dos LPs (veja quadro), outro como uma das principais estrelas do cast.


Ficaram amigos. E é dessa relação que vêm agora as 30 fotos da exposição "O Prisioneiro do Rock", programada para estrear em 21 de agosto --aniversário de 20 anos de morte de Raul--, no Museu AfroBrasil.
Nenhuma dessas fotos, vale avisar, é resultado de uma sessão oficial da gravadora, tampouco virou capa de álbuns do artista. Todas foram feitas em sessões fotográficas informais, regadas a álcool e loucura.


"Tive ali um passaporte qualquer com ele, porque era estranho um cara se deixar fotografar daquela maneira", diz Ivan, referindo-se principalmente às fotos feitas no Parque da Chacrinha, em Copacabana, nas quais Raul vestia só uma cueca.
Segundo a memória do fotógrafo, Raul levou bebida, um cachorro e uma boa quantidade de roupas. "Entre uma troca e outra, ficou só de cueca e eu tirei as fotos. Ele achou a maior graça. Tanto que, quando voltamos para o apartamento dele, repetiu o striptease."


Raul gostava de posar para fotos, principalmente se pudesse encarnar, com todas as caras e bocas imagináveis, o personagem-clichê do astro do rock. Foi por isso que, quando começou a trabalhar no roteiro do longa "As Sete Vampiras", Ivan escreveu um papel nesses moldes especialmente para o cantor interpretar.


"Quando fiz o convite, Raul ficou eufórico. Era sua chance de se tornar o que sempre sonhou ser: um ator de cinema", lembra o diretor. "Mas, quando voltamos a falar do assunto, a conversa não rolou. Ele estava numa fase pesada com as drogas, faltava aos shows, não conseguia assumir nenhum compromisso. Logo senti que as filmagens virariam um pesadelo."Sorte de Leo Jaime.

Minhas Musas















********
********


LUCIANA GIMENEZ

SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...
SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...
SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...SUPERLINDA, SUPERGATA, SUPERMUSA, SUPERTUDO, SUPERSUPER...
CLIQUE NA FOTO PARA VÊ-LA AMPLIADA















quarta-feira, 15 de julho de 2009

Frases





**********
***********************
*************************************
" Mãe É Mãe,
É paca paca ...
A Mulher ? ... Não mulher ...
Mulher e Tudo Vaca ! "
Casseta e Planeta

Poetando








Acaciano




Sábio Aquele Que É Seu Lugar conhecê ;
Conhecê uma Esquerda e Direita um andar do Seu ;
O norte e o sul de SUA Própria sorte ;
Foge do CALOR mortal com uma picardia do condor ;
O Importante , porém,
Para a Sabedoria fundamental
é conhecer o Seu Lugar , SUA serventia .

Aquele Lugar Que Não Permite, de ida,
Volta, partida OU fuga .
Sábio É o Homem Que Caminha
Sair sem fazer Lugar.
Sábio o E Que Trata Homem
" Galáxia Distante " Seu bar Como.

Livro Gaiteiro Velho, Brasil Ed.Bertrand , 2003

sábado, 11 de julho de 2009

Futebol - Batendo um Bolão com Paulo Gomes

e



BATENDO UM BOLÃO
com Paulo Gomes

PERSONALIDADES F.C.


Meus amigos, a coisa começou com Roberto Carlos, Fábio Júnior, Elvis... Parecia que a clonagem seria apenas no campo da música.
Mas depois surgiram Fernando Henrique e Getúlio Vargas! E eu pensei: " lugar de presidente agora é no gol"!...
Mas a sessão de nomes bizarros ficou ainda maior com o astro Alan Dellon.
E ampliou agora com Léo Jaime e José Wilker, era o fim da picada! Não, ainda não era... veio o Pablo Escobar! Literalmente temos que usar um bordão de um antigo personagem do Jô Soares:- "Me tire o tubo!"
É incrível a falta de criatividade dessa gente. Até nisso o futebol da atualidade perde feio para o de outras épocas. Será que estamos a caminho de vermos Mahatma Gandhi, Zumbi, Tiradentes, Santos Dumont e Nelson Mandela em campo?... Não duvidem...

O velhinho de bigode aí na última posição é o francês Allan Kardec, propagador da doutrina espírita. Bom, esse aí até que tem a ver com o universo do futebol, seria ele, o responsável por aqueles gols inexplicáveis, batizados de "espiritas"?...
Seria o Sobrenatural de Almeida tão citado pelo Nelson Rodrigues, "a reencarnação" do Kardec?... Claro que é brincadeira...

quarta-feira, 8 de julho de 2009

NOSSA NOVA CAMPANHA


ABAIXO O SILICONE !!!!!!!
CHEGA DE MULHER-FRUTA!!!

VIVA AS NORMAIS, TESUDAS NATURAIS!!!!!
Abaixo a ditadura da padronização do corpo feminino!!!
Que Deus nos ouça e nunca permita que Adriane Galisteu, Fernandinha Torres, Juliana Alves, Ísis Valverde, Carolina Ferraz, Fernandinha Fernandez (foto) e outras maravilhas que 'ELE' colocou nesse mundão cruel, caiam na bobagem de mexer nos seus corpos acrescentando litros de silicone e outros "bichos".
Mulheres emborrachadas com silica nos seios, bundas e agora nos lábios estão formando uma nova espécie: 'as mulheres photoshopadas! (êpa!) Aquelas 'perfeitinhas na tora' que nao podem ter um 'defeito'.
A Natureza sabe o que faz, mantenham seus corpichos que fica tudo bem!
Melancia, melão, morango, jaca, é bom no pomar, não nessa feira de vulgaridade e péssimo gosto que tem por aí.
Chega de COBAL, queremos o NORMAL!!!
Quem concordar com nosso desabafo-manifesto que por favor assine embaixo deixando o seu comentário!!!
Homens e mulheres de bom gosto, sigam-me!!!




















segunda-feira, 6 de julho de 2009

Minhas Musas


SABRINA SATO


"Japa" com a genuína beleza e sensualidade da mulher 100% brasileira...

domingo, 5 de julho de 2009

Da Série - Malditas Páginas Viradas (?)...







CLIQUE NA IMAGEM PARA VÊ-LA AMPLIADA

quarta-feira, 1 de julho de 2009

TRILHA SONORA DA CRISE - RADIOLA DO BLOG


"COMO UMA LUVA"...

"Nunca na história desse país, uma música retratou com tanta fidelidade um momento como essa antológica "Cambalache".
Tango do argentino Ernesto Santos Discépolo que teve uma versão escrita magistralmente por Dom Raulzito -
Raul Seixas - em 1987 no seu álbum
Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum!
É profética e premonitória, que o diga a sujeira de Seu Sarney e seus coleguinhas do Senado...

Vejam o vídeo, ouçam com atenção a música e acompanhem a letra...


Cambalache
Enrique Santos Discépolo
Versão: Raul Seixas
Que o mundo foi e será uma porcaria eu já sei
em 506 e em 2000 também
que sempre houve ladrões, maquiavélicos e safados
contentes e frustrados, valores, confusão
mas que o Século XX é uma praga de maldade e lixo
já não há quem negue
vivemos atolados na lameira
e no mesmo lodo todos manuseados
Hoje em dia dá no mesmo ser direito que traidor
ignorante, sábio, besta, pretensioso, afanador
tudo é igual, nada é melhor
é o mesmo um burro que um bom professor
sem diferir, é sim senhor
tanto no norte ou como no sul
se um vive na impostura e outro afana em sua ambição
dá no mesmo que seja padre, carvoeiro, rei de paus cara dura ou senador
que falta de respeito, que afronta pra razão
qualquer um é senhor, qualquer um é ladrão
misturam-se Beethoven, Ringo Star e Napoleão
Pio IX e D.João, John Lennon e San Martin...
Igual como na frente da vitrine,
esses bagunceiros se misturam à vida
feridos por um sabre já sem ponta
por chorar a bíblia junto ao aquecedor
Século XX "cambalache", problemático e febril
o que não chora não mama
quem não rouba é um imbecil
Já não dá mais, força que dá...
que lá no inferno nos vamos encontrar
não penses mais, senta-te ao lado
que a ninguém mais importa se nasceste honrado
se é o mesmo que trabalha noite e dia como um boi
se é o que vive na fartura, se é o que mata,
se é o que cura ou mesmo um fora-da-lei...


video

Frases



"COMUNICAÇÃO É EMOÇÃO"


MILTON SANTOS, Pensador, advogado e geógrafo



BIOGRAFIA RESUMIDA www.nossosaopaulo.com.br/.../MiltonSantos1.jpg

Milton Santos - Wikipédia, a enciclopédia livre